Páginas

Busca

Translate

28/06/2014

Futebol, Copa e Religião

A copa Mundial de Futebol da FIFA deste ano está repleta de polêmicas sócio-político-econômicas que nós brasileiros conhecemos mui bem. O Super-faturamento das obras - muitas em atraso, inclusive - e a atenção praticamente inexistente à segurança, saúde e educação pública do país, intensificaram ainda mais os escândalos e protestos. Contudo, por hora vou me abster de expandir o assunto no tocante ao lado social da coisa, para expor minha opinão sobre o lado religioso, que diga-se de passagem, por aqueles que não gostam do esporte conseguem ser bem extremistas.

***OBS*** De antemão, aviso que não sou nenhum fanático por futebol. Pelo contrario, sequer gosto de jogar, quanto mais de assistir. Apenas abro exceções nos jogos em que a seleção brasileira está participando, mais nada. 

O futebol nas igrejas cristãs evangélicas chega a ser bastante segregrado em algumas congregações, com algumas chegando ao extremo de alegar que o futebol é coisa do 'Capiroto'. Então quando você analisa mais a fundo percebe que o indivíduo na verdade não gosta do esporte e que ainda se deu ao luxo de - ninguém sabe como - odiar com todas as suas forças, e claro, achar-se superior aos irmãos que se 'maculam' com este esporte, o que, sinceramente, é pura bobagem e falta de dicernimento. 

O futebol além de ser um esporte como outro qualquer, é também uma ótima forma de se praticar exercícios físicos e de se obter lazer. Muitos homens inclusive preferem uma partida de futebol com os amigos que ir a uma academia, por exemplo. É simples questão de gosto e preferência. Assim sendo, não há problemas em alguém praticar ou assitir. O problema mesmo se dá no achismo, pois muitos associam o futebol à cervejas, brigas e mulheres, o que não quer dizer que cristãos devam se abster de pratica-lo, afinal existe a opção de se jogar tranquilamente entre irmãos, como já presenciei inúmeras vezes. 

Acontece que, para os que não gostam, é muito mais fácil julgar quem gosta, joga, assiste ou torce, pressupondo que deveria estar sendo feito algo melhor, como evangelizar pessoas. O curioso é que o próprio Deus afirma que há tempo para tudo na vida, inclusive para lazer e exercícios físicos. Então porque julgar alguém como sendo servo do Diabo, por aplicar o tempo livre para si com futebol ou qualquer outro esporte? Há todo um dia para comungar com Deus e realizar sua obra. Simples! Óbvia e infelizmente, alguns ultrapassam limites e investem todo o tempo e atenção em algo que deveria ser apenas um hobbie, mas nem por isso devemos soltar os cachorros e criar contendas. Não temos o direito de julgar ou condenar ninguém. Pelo contrario! Temos de olhar antes para nós mesmos e nos certificarmos de que não tenha nada nos afastando de Deus. É uma simples questão de dicernimento sobre pontos fracos. Para alguns é o futebol, para outros literaturas, musicas, TV, filmes, comidas, dinheiro e por ai vai. Não podemos nos dar ao luxo de condenar algo ou alguém pelo simples fato de não gostarmos deste algo. Isso se chama prepotência e complexo de santidade. Temos sim a missão de ajudarmos uns aos outros, o que inclui o ato de chamar a atenção quando vemos que o outro está em perigo no que esta fazendo, mas só! Julgar jamais! Orar sim, é muito mais proveitoso que criar contendas e ferir o outro soltando os cachorros. Devemos ter equilíbrio e compreensão ao tratarmos das falhas do nosso irmão, e não inflarmos nosso ego espiritual com um sentimento pecaminoso de superioridade e orgulho.




.Partida no Sábado

Para alegria dos brasileiros a nossa seleção foi pras oitavas de final, mas para a tristeza de nós adventistas a partida Brasil x Chile cairá em pleno Sábado. Para os que tem consciência, com certeza de absterão de assistir ao jogo, deixando apenas a sua torcida, mas deleitando-se no que realmente importa no Santo Dia do Senhor. Contudo, para alguns, infelizmente a decisão não é tão simples assim. Para estes, os que admiram e gostam muito do futebol, e para aqueles que idolatram, não se contentarão apenas em saber o resultado, querem ver com seus próprios olhos os passes, as jogadas, os gols. E não é novidade nenhuma que aqueles que costumeiramente julgam e criticam já soltaram os cachorros sobre os que já tomaram sua decisão de assitir ao jogo e nos que estão em duvida, alegando praticamente que estes são infiéis adoradores de Satanás! (Complicado esse pessoal)

Falo então por mim. Não assistirei o jogo (ao menos não ao vivo. Deixarei gravando pra assistir à noite. kkk) Me contentarei apenas em obter conhecimento do resultado posteriormente. Contudo não julgo você que talvez já tenha tomado sua decisão. Tenho meus pontos fracos e sei como é, e creio que os críticos de plantão deveriam levar isto em consideração antes de jogar veneno em todo mundo. Esquecem estes que, podem até guardar devidamente o Sábado, mas seus erros em qualquer outro dia da semana também são capazes de lhes tirar a eternidade ao lado. Não obstante, Deus nos convoca a orar uns pelos outros, afinal não temos a moral suficiente para julgar ou condenar o outro com palavras tão hostis como muitos infelizmente se ultilizam. 

Mas faço um apelo a você irmão, que porventura queira assistir ao jogo hoje. Não o faça! Não que haja problemas com o futebol em si, mas se temos todos os outros 6 dias para fazê-lo, então dediquemos o Sabado ao que realmente importa. Não se deixe levar pelo engano sutil de que é apenas um jogo. De que são apenas 90 minutos de 16 horas que você pode dedicar a Deus. Sabemos as ardis provas que nos sobrevirão em um futuro não tão distante e devemos estar prontos para elas. Se temos força suficiente para recusar bobagens, teremos forças para recusar coisas mais sérias. E se a tentação persistir, ore! Peça de Deus forças ainda na igreja, para que depois do almoço não vença o seu desejo de assitir  ao jogo. Um abraço e minhas sinceras orações!