Páginas

Busca

Translate

20/04/2013

Mais Amor, Por favor!

Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura. (Provérbios 12:18 NVI)

Nos dias atuais em que cada um vive em seu individualismo, onde o que vale é falar e fazer o que der na telha sem se importar se está magoando o outro, tal provérbio é uma grande verdade.

Precisamos ter muito cuidado com o que falamos, escrevemos e fazemos, pois podemos tornar tais coisas um remédio ou uma infeliz arma que pode destruir a vida de alguém.

Temos que fazer a diferença nestes dias repletos da falta de respeito, consideração e amor. Temos que ser sábios e proferir mais palavras de amor para aqueles que sofrem, bem como ter mais atitudes, pois palavras não bastam. Seja e faça a diferença que o mundo tanto deseja! :)

15/04/2013

#Papo Sério 01–Em Defesa da Joelma

Já está no ar o 1º episódio do meu VBlog #Papo Sério. Alegre

Screns Papo Serio

Logo no primeiro vídeo já falo sobre um assunto bem polemico que é sobre a recente confusão envolvendo a opinião da Cantora Joelma, da banda Calypso, e a humilhação gratuita que recebeu por conta disto. Aqui exponho minha indignação ao sensacionalismo barato causado pelo ativismo Gay.

Por favor, aos caça homofobicos, peço que compreendam bem minhas palavras antes de tomar conclusões precipitadas! Smiley piscando

 

P.S. Me perdoem por algumas falhas técnicas! (Primeira vez, sabe? Risos) Percebi algumas falhas na edição. Foi complicado porque, como estava nervoso na gravação do vídeo algumas palavras não saíram como esperado. (Risos) Depois me liguei que eu podia ter gravado o áudio com meu gravador pra sair melhor e mais alto. Mas enfim, no próximo melhoro! Dedos cruzados

12/04/2013

VLog #Papo Sério

Finalmente após tanto vai e vem, desistências e insistências, e muitos testes, lancei o VLog “Papo Sério”. Nele eu vou falar de diversos assuntos polêmicos e outros nem tanto. Sobre coisas do mundo cristão e do dia-a-dia. E a proposta principal será a interatividade entre o público. Semanalmente, precisamente aos Sábados, estarei postando um novo vídeo com um determinado assunto e minha opinião sobre ele. A partir de então quem quiser vai poder dialogar nas redes sociais de preferencia e também nos comentários do vídeo, desenvolvendo assim a ideia em um conversa sã.

Enfim, mas deem um pulinho no meu canal e se inscrevam. E aguardem porque já neste Sábado (13/03) – estourando no Domingo – já terei publicado o primeiro vídeo que já está gravado. E mais, nele eu comento sobre o recente caso da polemica envolvendo a cantora Joelma! (ui) Smiley surpresoEspertoDedos cruzados

Enfim, por enquanto fiquem com o vídeo de apresentação! Smiley piscando 

05/04/2013

O Pós-Páscoa

A páscoa se foi, e ela levou consigo os espíritos de solidariedade e respeito que outrora invadiu os corações daqueles que tanto felicitaram seus amigos e familiares com “Feliz Páscoa”. Nas redes sociais então nem se fala. Não faltou imagens e mensagens de efeito e impacto para impressionar. No entanto, tais mensagens foram vazias tanto para aqueles que postaram quanto para quem recebeu. Francamente parece até que o pessoal bate ponto no árduo trabalho de ser politicamente correto ao menos nas redes sociais. Nada contra, mas se ao menos fosse assim de verdade seria uma boa.

Isso nos leva a pensar que hoje tais datas especiais como Páscoa e Natal são apenas superficialidades e ocasiões em que as grandes industrias se aproveitam das pessoas que estão mais maleáveis e jogam nelas aquele marketing meloso com um apelo emocional e ao mesmo tempo egoísta e consumista do COMPRE! PRESENTEIE! TENHA! COMA! BEBA! VIAJE! SEJA FELIZ COM ESTAS COISAS! E blá blá blá.

De certo modo é fato que o real sentido da páscoa nunca é lembrado. O Sacrifício de Cristo na Cruz por toda a humanidade é drasticamente ofuscado pelo consumismo de ovos de chocolate, consumo de bebidas alcoólicas e os credos do não comer carne. O símbolo fica por conta do coelho, assim como no Natal que é comandado pelo bom velhinho de roupa vermelha. Uma negação! O que mais me intriga é ver cristãos valorizando tais coisas tão superficiais ao invés de se apegarem ao que é eterno.

O Sacrifício de Cristo não necessita de uma mera data para ser lembrado. É na vida de cada um nós que isso deve acontecer. Pois a cada alma que aceita este sacrifício é o suficiente para que Ele seja lembrado e mantido vivo em nós. Por mais que a páscoa tenha ido embora, espero que ela não tenha levado a esperança e a certeza de Cristo vive, e quer estar em nossas vidas sempre, independentemente de datas.

01/04/2013